Umbanda Teológica

Postado em


M-banda: “arte de curar” (o propósito)

Ki-banda: “curandeiro espiritual” (todos ancestrais bantu os são)

Ambos nomes designam uma única forma de Culto Espiritualista Ancestral Angolano.

Ma-kiumba: “culto que se faz a noite” (o período em que se evoca os Nganga)

Nganga: Espírito de Tata-Inkisse já falecido “chefe de terreiro”
no Brasil erroneamente chamados de “exus e pomba-giras”

Npugu: “herbalista”, no Brasil seriam pretos-velhos (espiritos de angola) e estarima também incluídos os gentis (caboclos)

Isso é ANGOLA!

No Brasil:

Umbanda: Uma Instituição Religiosa Kardecista, que ressignifica o culto Angolano e se ré-apropria do nome M-banda dando-lhe um significado Esotérico

Quimbanda: na língua Bantú traduz-se como “magia negra”, algo execrável na cultura africana, não se deve escrever a categoria desta forma.

M-banda/Ki-banda: um único culto a ancestralidade bantú, no Brasil também inclui a ameríndia (encantaria)

Não existe “pseudônimos” , isso é uma farça! Para uma pessoa incorporar-se depois de falecida em um parente ou “médium” ela tem que ter sido iniciada em vida a um Inkisse (deus de angola).

Salvo os nossos ameríndios, que não são espíritos, eles são Encantados.

As pessoas acreditam que qualquer pessoa que faleceu pode ser incorporado em um médium. A incorporação é uma categoria que só existe em angola, ela não existe de forma natural, ela faz parte da liturgia de uma religião especifica. Para tanto todos espiritos que baixam em Umbanda são de angola ou foram em solo brasileiro ou africa inciados em angola. Os demais, a exemplo nosso indigenas não são espiritos, são encantados que é uma categoria diferente. Uma pessoa incorporada ate pode dizer “ser o parente de alguem” em verdade aquele ancestral angolano esta trazendo mensagens do parente da pessoa mas não o é. É diferente do Kardecismo que qualquer espírito “fala” ao ouvido do médium independente de sua religião. Aliás, isso era o que Zélio queria, ele achava que podia mesclar esse culto com kardecismo e que os médiuns iriam incorporar qualquer espirito “de mesa” e não, espirito de mesa so fala ao ouvido, não incorpora pois para incorporar após a morte a pessoa teve que ser liturgicamente preparada a isto, assim como em minha religião (a yoruba) só se materializa depois da morte os sacerdotes de culto iniciados a orixas, materialização e incorporação são categorias religiosas isso não é uma categoria para todos, não é universal.

Baba Kejaiye

Anúncios