Orixás mudos x Orixás que falam

Postado em


Orixás mudos, Orixás que falam …

Todos já devem ter notado por analogia, que, na Nação Nagô não existe o chamado “axé de fala”. Tão pouco existe, pois, desculpe o termo, tenho absoluta certeza, ao menos eu, dos Orixás que saem 7 dias depois da iniciação dando seu Oruko.

Já ouvi citações “Para tanto, todo Orixá fala, os que não falam é por respeito ao Zelador?” Quem deve respeito? Orixa a mim? Ou eu a Orixá? Existe mesmo diferenças no transe de um Orixá que nasceu agora em um Elegun ou em outro que nasceu a mais de 40 anos? Não queridos, não para mim!

Bato minha cabeça a qualquer Orixá que venha a minha frente, assim o é em nossa casa.

Todas as pessoas iniciadas nesta Nação recebem, para tanto, sim, um Axé de fala, que é nada mais é do que uma cura no topo da lingua. Porque disso? Porque as curas significam os pontos que jamais serão atacados por feitiçaria. Por fim, ninguém deve jamais, usar a lingua para falar em nome de Orixá muito menos passar-se pelo próprio.

Não bastante, existe Orixás mudos. Sim, mudos! Porque? Porque eram mudos antes da Divinização. Outros são mudos, porque tratan-se de Voduns Daomeanos que dentro de liturgias Nagôs não falam para que os Nagôs não sejam sabedouros dos mistérios do Daomé, embora nossa querida Nanã sempre forçou os Voduns a falarem Nagô, vide que ela é apaixonada por nosso criador Obatalá.

Falar ou não, não é pressuposto de mais ou menos Orixás, mas sim, todos durante a iniciação recebem integralmente sua feitura.

Bàbá Kejàiyé

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s