Orixá do nascimento

Postado em


As pessoas no Brasil, não por culpa delas mas por influência da Umbanda e do Catolicismo estabeleceram padrões e modos de crerem nos chamados Orixás, sem mesmo entender de onde eles vem e quem realmente eles são.

Primeiramente citar que estas Divindades, tão pouco estão na natureza como creem a maioria, pois como a Umbanda sobre influencia dos bantu em suas crenças, Orixá muitas vezes é confundido com Inkisse , deuses desta cultura que nunca possuíram vida na terra.

Todas as divindades Nagôs, de culto iniciático, a eximir-se desta citação a Família Iwin (Família de Obatalá) que compreende alta hierarquia, todas as demais Divindades foram outrora Reis e heróis divinizados.

São em média 401 divindades atualmente cultuadas em solo Nigeriano, nenhuma delas acompanha dês do nascimento o indivíduo, pois se quer o indivíduo necessita de orixá para sobreviver, se não de seu Ori (alma-espírito). Claro, que a afirmação e ambígua, pois todos necessitamos de ar, agua, terra, fogo, somos criados pela mão de orixá e será orixá que irá decompor nossos corpos. Mas há de se separar o que são os elementos naturais e a estes sim, deveriam os únicos a serem chamados de orixás, do que são os Imoles, as divindades do qual somos iniciados e que não assistem o nosso nascimento, não o nascimento físico se não o espiritual.

É criminoso o Arquétipo de Estereótipo de instituiu-se no Brasil, de atribuir características físicas e psiquiátricas aos “filhos de orixás”. Comum ouvir de pessoas menos informadas citações como “ele é clamo porque é de oxala”, “careca pois é de xangô”, “violento porque é de ogun”, “possui seios fartos porque é de yemanja”, se quer isto nos revela uma realidade.

Para os que não sabem, em terras Yorubás, uma mulher nascida em Oxogbô se até os 21 anos não encontrar um marido, a Oxum, rainha destas terras será iniciada bem como todas as mulheres que lá moram. Antes disso, conhecendo ela um homem, sendo este natural da cidade de Oyó, ela será iniciado ao Orixá do marido! Bem como seus filhos e netos o serão.

Para tanto, a afirmação de que Orixá nos acompanha dês do nascimento é apenas uma ficção ou um modo diferenciado e se não deturpado de entender as relações Orixá x Pessoa.

Existem pessoas, que por ignorância, atribuem o “ser de orixá” a fatores, tais como, data de nascimento, horóscopo, arquétipo físico e infinitas são as explicações que de nada transmitem verdade dentro de um Culto de Tradição de Orixá.

Nossos Neófitos são neutros a estes deuses, pois o Deus que habita dentro de cada um de nós chama-se Ori. A estes parte nossas reverencias, a este nos permitirá um dia revelar uma Divindade que este escolheu para abrigar. Tão pouco parte, da escolha da Divindade, não fora a “divindade que me escolheu” mas sim “meu ori o aceitou” pois todas as Divindades toda via podem solicitar o Ori das pessoas, cabe a Ori aceitar esta proposta de abriga-la em seu íntimo.

Por fim, só se sabe a que Orixá o indivíduo pertence, ou podemos dizer “pertencerá” uma vez iniciado, uma vez passado pelos mistérios de participar de uma Casa Nagô e “ser chamado”, chamado este que ser quer pode ocorre, ficando o indivíduo apenas cultuando a Ori e nunca sendo conhecedor de qual Divindade o escolheria pois esta revelação também é sagrada.

No máximo, podemos ver através do Odú de nascimento (Signo Yoruba), a que energia de Orixá este liga-se, a fim de compor um sistema de equilíbrio e de louvores a uma Divindade mais específica.

Para tanto, antes de uma iniciação propriamente dita, ninguém conhece nem garante o “ser de orixá”, podendo este, toda via, decepcionar-se ou criar uma ilusão de pertencimento a Divindade que ser quer é a sua. Na maioria das vezes as pessoas se familiarizam ou creem pertencer a uma Divindade, porque alguém lhe disse ou porque algum meio dos já citados por mim a fizeram acreditar nisto, causando no dia de sua verdadeira iniciação um complexo existencial muitas vezes negando a Divindade em questão, que é a sua, pois criara laços com outra que tão pouco era.

Então deixo meu recado … CUIDADO!

Só deve ostentar o titulo “Fulano de … Orixá X” quem já passara, pelos mistérios da iniciação, do contrário “ninguém é de orixá, até o dia de sua iniciação”.

Baba kejaiye

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s